Moralis institutio

Moralis institutio

O jurista e filósofo Sérgio Sérvulo da Cunha tem vasta produção literária sobre diversos temas tanto na área do Direito, como na da Filosofia. Essa dupla formação que possui, lhe permite transitar pelas duas áreas com invulgar facilidade.

 

Em “Moralis Institutio” ele procura demonstrar, sob a premissa de ser a moral produto histórico e realização cultural, temas fundamentais como: o papel da racionalidade na moral; a origem dos preceitos morais; a moral como a dimensão própria da vida humana. Pensado e escrito na primeira pessoa, o livro é de leitura agradável não apenas pela importância e fascínio do tema, mas também pela objetividade com que o Autor traz à luz suas ideias.

 

Mesmo o não iniciado conseguirá acompanhar a leitura como se estivesse sentado ao lado do Autor, que generosamente divide seu conhecimento, sem a soberba que é comum de se ver nos letrados. Ao fim e ao cabo, você saberá a que conclusões ele chegou, com as quais poderá concordar no todo ou em parte, ou até delas discordar. Mas terá a sensação de saber muito mais sobre moral do que sabia antes de ler o livro.

 

E, não fosse tudo isso já suficiente, o Autor nos brinda, ao final, com o instigante diálogo entre Sócrates e Criton, de Platão, texto apropriadíssimo como verdadeira sobremesa, depois do fausto banquete em que se consubstancia o livro.

 

José Paulo Moutinho Filho

Onde comprar

 
Loja Barra Livros

 

Amazon
      
Livraria da Travessa  (ainda não cadastrado)

 

Livraria Martins Fontes 

 

Sobre o autor

 

Sérgio Sérvulo da Cunha nasceu em Santos, em 1935. Formou-se em Direito e Filosofia pela USP. Foi procurador do Estado de São Paulo, vice-prefeito de Santos e Secretário Municipal de Assuntos Jurídicos.  No Conselho Federal da OAB, coordenou a comissão que atuou na Constituinte de 1987-1988.

No Ministério da Justiça, foi chefe de gabinete do ministro Márcio Thomas Bastos. É autor de vários livros de Direito e Filosofia.

É casado com Yara Paolozzi, tem cinco filhos e sete netos.